6.10.09

passado que não passou

eu sempre vejo as pessoas dizendo que não guardam coisas do passado, que não querem fazê-lo ou que simplesmente as guardam propositalmente. comigo deve ter sido um pouco diferente, embora eu tenha tentado que isso não viesse a acontecer. eu não tenho nenhum caderno de anotações, nenhum diário, nenhum papel de bombom, nenhuma... sei lá. não tenho nada que tenha guardado propositalmente. devem sim existir muitos rastros do meu passado largados nas minhas gavetas, mas eu realmente me assusto quando os encontro. e sabe, sempre tive a intenção de fazê-los "conviver" sem grandes paranóias. não tenho problema nenhum com o meu passado, por mais desinteressante ou obscuro que ele possa parecer.

5 comentários:

Vanessa. disse...

Eu sou uma dessas pessoas que guarda o passado. O meu tá todo numa caixa.


Beijo
:*

Thais Motta disse...

As vezes encontrar alguma coisa no fundo da gaveta , por acaso , pode nos trazer sorrisos .

=)

Adoro .

um beijo =*

Thais Motta disse...

sim , é bom demais .
é a prova de alguma coisa no passado ,valeu a pena =)

Anamyself disse...

Nossa, eu sou exatamente o oposto.

Tenho uma gaveta enorme cheia de tralhas do passado. Exemplo de tralha: a embalagem de um club social que eu dividi, anos atrás, com um cara que eu era apaixonada.

Pouco loser.

rarumie disse...

eu tenho vontadede guardar esse monte de tralhas, mas parece que se relaxada é insuperável.

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir