9.10.10

próximo!

retomar o passado sempre foi mais do que um hobbie. talvez tenha sido uma alça para a minha despencante falta de coragem de prosseguir. e me agarrava da forma mais contundente possível e vivia porque me alimentava das memórias. mas acredite, eu jamais me vi agarrada a alguma memória de amor. sequer o amor-própio. e por um motivo que baila entre esses outros, me vejo obrigada a continuar. não pela falta de coragem de resgatar o que ficou pelo caminho, não pela falta de coragem que encarar os que observaram essa transição maluca de decisões e frustrações. mas pela gotinha cultivada de amor-próprio ao nada que me preenche. porque as palavras me são doídas e porque saber que eu realmente não poderia fazer nada agora. não agora. então continuo, e continuo porque o "para sempre" não coube a mim, nem para mim.

2 comentários:

gabs. disse...

sei lá, acho que estamos no mesmo barco.

livia soares disse...

Mas continuar também é uma forma de "para sempre", não é?
Um abraço.

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir