3.11.10

ocupar

e se, de repente, eu te disser que o segredo para a solução de todos seus problemas se resume na imensidão dessa palavra? eu diria que novamente estou tentando encontrar a solução para os meus problemas fingindo que todo mundo tem deles também. mas ok, nós sabemos que existem algumas dúzias de pessoas que vão se identificar com essa parafernália psicológica, mesmo que nunca leiam ou saibam da minha existência. essas pessoas existem e estão por aí tão perdidas e distraídas como eu. distração é um grande paradigma pra mim. e isso eu explico simplesmente desacreditando. mas é isso aí, manter-se ocupado é simplesmente magnífico para os seus abismos mais particulares. você simplesmente os rodeia sem que possa se lembrar exatamente de sua existência. e macula a sua própria existência, e acredita ter uma série de missões humanas e comuns. porque você sabe, realmente, que não passa de mais uma coisa comum. e os seus abismos, ficam lá, afogados no próprio vazio. mas, claro, isso não quer dizer que eles não estejam lá. sempre lá.

6 comentários:

Thiago disse...

e desde quando ocupação externa preenche vazio interno, dona rarumie? Bem complicado, bem! Por fora nosso relógio corre, por dentro os ponteiros se arrastam, complicado não?

Ei, venho por meio deste fazer o [re]convite ao tripé, ainda topas? Diz que sim!

Cheiro.

Thiago disse...

Outra coisa, esse não precisa liberar ou sim...tu é quem sabe, antes de entrar aqui apareceu um aviso que teu blog é um site suspeito, sendo assim, o usuario escolhe se quer permanecer mesmo assim, ou sair da página, cuidado que pode ter alguém querendo hackear.

Mila disse...

Vai ver que é por isso que eu sinto uma fome louca durante a noite. Quando sem o que fazer, desconta em alguma coisa pra não pensar noutra. Sei como...
Beijocas

Thiago disse...

sim sim, acrescenta um código no html que isso não aparece, vou te passar ele e em que local tu deve inserir e veremos se vai continuar! Ok? E te explico como será!

Thiago disse...

marcella-rarumi@hotmail.com?

gabs. disse...

mas é que quando a gente força a ideia de que tem um monte de gente se sentindo assim também, o buraco meio que fica menor. ilusão? sei lá. acho válido diminuir as coisas que afogam.

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir