30.4.10

doente [?]

talvez tenha chegado para mim o momento que você sempre esperou que chegasse. e eu realmente estou sentido todo aquele tormento na pele. não que eu não tenha sentido antes, mas agora dói porque é uma dor só minha e porque eu gostaria de dividir uma cura inexistente. porque eu gostaria só de experimentar esse remédio e acreditar que isso pode ser passageiro, porque me avisaram sobre isso. eu já estava avisada e mesmo assim enfrentei, me arrisquei, adoeci. me avisaram que seria assim, porque com todo mundo é assim, mas eu fui achando que comigo não aconteceria porque eu sou a dona da situação, porque comigo já tinha acontecido e eu não queria mais. mas e daí? e daí se eu sou igual a todo mundo e essas coisas imbecis me acometem da mesma forma que acometeriam a qualquer um?! mas olha, eu não acredito que seja isso, mas eu gostaria de experimentar e saber se é. só isso.

3 comentários:

Maria Fernanda Probst disse...

Eu também sempre tive isso de ter a situação na palma das mãos, mas agora eu perdi e esvai e tem tempestade de tudo quando é lado. E sufoca e eu não sei o que fazer. E também queria só saber, mas eu nunca sei e não sei o que fazer.

Que maio te desate todos os nós.
,,
*

ana. disse...

É, também achei que não ficaria doente.
Hoje estou redescobrindo a cura de uma doença mortal.


Adorei.

gabriela m. disse...

a gente sempre apanha na cara, já me acostumei, já aceitei. tem coisas que a gente não foge. e adoecer, se frustrar por ter perdido o controle é tão humano mesmo. nós somos umas coisas, sabe?

 

Blog Template by YummyLolly.com - RSS icons by ComingUpForAir